Notícia

2022/08/31 Fundo Municipal de Assistência Social

Assistência Social realiza ação alusiva ao mês da Primeira Infância

Assistência Social realiza ação alusiva ao mês da Primeira Infância


Como forma de evidenciar os cuidados e ações necessárias nos primeiros anos de vida do ser humano, a Secretaria Municipal de Assistência Social de Ponte Alta do Tocantins realizou nesta quarta-feira, 31, um café da manhã para as mães e crianças integrantes do Programa Criança Feliz, do Centro de Referência de Assistência Social (Cras). O encontro teve o objetivo de alertar sobre assuntos inerentes ao Mês da Primeira Infância, comemorado em agosto.
A Primeira Infância compreende a fase de 0 a seis anos, tempo que é a base da formação humana em diversos aspectos físicos, sociais e mentais. Na ação as mães participaram de palestras alusivas ao tema, sendo orientadas sobre os cuidados necessários nesta etapa da vida da criança.
A supervisora do Programa Feliz, Patrícia Ribeiro, explicou que a campanha é uma iniciativa do Ministério da Cidadania. “A primeira infância com cuidados, amor e estímulos pavimenta o caminho para que a criança aproveite todo o seu potencial, sendo um adulto mais saudável e equilibrado”, disse.
O psicólogo do Cras, Eliodorio Oliveira, falou às mães sobre os cuidados necessários, como evitar expor a criança a contextos de violência ou degradação, além da temática que envolve o brincar como um fator importante, que pode desenvolver capacidades cognitivas.
“Evidenciamos a importância que devemos dar à primeira infância, como pais ou cuidadores é nossa responsabilidade agregar aos nossos pequenos um bom desenvolvimento psicossocial evitando trazer a esse sujeito experiências degradantes e ou de violência. A nossa construção como sujeito social se dá com base em nossas experiências vividas na infância, que serão o espelho para muitos dos nossos comportamentos na vida adulta, por isso a importância dessa fase e dos cuidados que devemos ter nesse período”, disse Eliodorio.
A assistente social do Cras, Claudiane Noleto, falou sobre os direitos básicos das crianças, como a emissão da Certidão de Nascimento, documento essencial para a cidadania do indivíduo.
Ao final mães e filhos tiveram um café da manhã iterativo.

Visualizações: 61